Contato

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato em breve:



  

Mídia

Conib encontra Moraes e secretárias dos DH e da Igualdade Racial

CONIB
20 de Outubro de 2016

Uma delegação da Conib, encabeçada por seu presidente, Fernando Lottenberg, esteve em Brasília nesta terça-feira, 18 de outubro, para encontros com o ministro da Justiça e Cidadania, Dr. Alexandre de Moraes

Uma delegação da Conib, encabeçada por seu presidente, Fernando Lottenberg, esteve em Brasília nesta terça-feira, 18 de outubro, para encontros com o ministro da Justiça e Cidadania, Dr. Alexandre de Moraes; a secretária dos Direitos Humanos, Dra. Flávia Piovesan; e a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Desa. Luislinda Valois. Também participaram Octavio Aronis, diretor de Segurança Institucional da Conib; Rony Vainzof, secretário; e o assessor Alon Feuerwerker.

Na reunião com Moraes, foram abordadas questões de segurança pública, os perigos do terrorismo no Brasil e no mundo, a aplicação da Lei Antiterror, as investigações de crimes cibernéticos e os crimes de ódio.

A Conib sugeriu maior investimento nas delegacias especializadas em crimes cibernéticos e a criação de mais delegacias estaduais especializadas em crimes de preconceito racial.

A entidade também parabenizou o ministro pelo trabalho realizado durante as Olimpíadas e agradeceu o apoio da Policia Federal.

No encontro com Flávia Piovesan, a Conib propôs a capacitação de educadores da área de humanas, com o objetivo de sensibilizá-los ao tema da intolerância racial e instruí-los sobre o ensino do Holocausto.

A entidade apresentou seus projetos e ações para o combate à intolerância. Entre eles, a organização no Brasil da cerimônia do dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, a criação da Rede de escolas Anne Frank, a divulgação da história do nazismo e do antissemitismo, com o apoio à publicação de livros como “Dez Mitos Sobre os Judeus”, da professora Tucci Carneiro, e “A Cozinha Venenosa”, de Silvia Bittencourt.

Também mencionou a participação de jovens da comunidade judaica paulistana em programas voltados à inclusão de refugiados oriundos da África, predominantemente, do Oriente Médio e da América Central. 

Outra proposta apresentada pela Conib diz respeito à construção jurídica do conceito de discurso de ódio no Brasil, com a realização de pesquisa abrangente que traga subsídios para a compreensão e o enfrentamento do discurso de ódio, mediante autorregulação dos provedores de internet e aprimoramento da legislação. Também foi tratada a prevenção deste discurso com ações educativas, como, por exemplo, o Programa Humaniza Redes.

A delegação da Conib também encontrou a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Luislinda Valois. O tema da conversa foi a participação da entidade, desde 2003, no Conselho Nacional de Políticas de Igualdade Racial da SEPPIR- Secretária Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, estrutura subordinada ao Ministério da Justiça. Adicionalmente foi abordada a participação da comunidade judaica no Grupo de Trabalho da Igualdade Racial da Coordenadoria Especial de Promoção das Políticas de Igualdade Racial no Rio de Janeiro (CEPPIR).


A partir da esquerda: Alon Feuerwerker; Octávio Aronis; Alexandre de Moraes; Fernando Lottenberg e Rony Vainzof. Foto: Divulgação. 


A partir da esquerda: Sílvio José Albuquerque Silva, secretário adjunto do Ministério da Justiça; Rony Vainzof;
Flávia Piovesan; Fernando Lottenberg e Alon Feuerwerker. Foto: Divulgação.Foto: 


A partir da esquerda: Alon Feuerwerker; Octávio Aronis; Luislinda Valois; Fernando Lottenberg e Rony Vainzof. Foto: Divulgação.

Fonte: CONIB

 

Mais Mídia
  • www.migalhas.com.br
    Migalhas
    9 de Abril de 2019
    CADASTRO POSITIVO

    Publicada lei que torna automática adesão ao cadastro positivo

    Lei complementar 166/19 foi publicada no DOU desta terça-feira, 9.

  • https://www.conjur.com.br
    Mariana Oliveira
    3 de Abril de 2019
    Dívida insignificante

    HC só pode trancar ação penal se defesa provar atipicidade, decide STJ.

  • https://www.conjur.com.br
    Gabriela Coelho
    28 de Março de 2019
    Ritual Afro-brasileiro: Lei estadual que permite o sacrifício de animais em religiões é constitucion

    O plenário do Supremo Tribunal Federal declarou, em sessão desta quinta-feira (28/3), que é constitucional a lei do Rio Grande do Sul que permite o sacrifício de animais em religiões de matriz-africana.

  • https://www.conjur.com.br
    Ana Pompeu
    14 de Março de 2019
    Supremo mantém julgamento de crimes comuns com a Justiça Eleitoral

    "Não há espaço para dúvidas quanto à competência da Justiça Eleitoral para julgar crimes comuns conexos aos eleitorais", afirma Marco Aurélio

  • www.migalhas.com.br/quentes
    José Eymard Loguercio, Fernanda Caldas Giorgi e Antonio Fernando Megale Lopes
    9 de Março de 2019
    Legislação

    Lei que autoriza bloqueio de bens de investigados por terrorismo é sancionada com veto

    Norma foi publicada em edição extra do DOU.

  • https://www.conjur.com.br
    Ana Pompeu
    20 de Fevereiro de 2019
    Até Congresso legislar

    Por omissão legislativa, Celso de Mello declara LGBTfobia punível como racismo

  • www.migalhas.com.br/quentes
    Migalhas
    13 de Fevereiro de 2019
    Câmara aprova PL sobre bloqueio de bens relacionados ao terrorismo sem ordem judicial

    Texto determina cumprimento imediato de sanções impostas pela ONU e ainda será analisado pelo Senado. 

  • https://www.conjur.com.br
    Fernanda Valente
    9 de Janeiro de 2019
    HC Coletivo

    Reincidência não impede que mãe de criança cumpra domiciliar, diz Lewandowski

  • https://www.conjur.com.br
    Mariana Oliveira
    27 de Novembro de 2018
    Exceções à regra

    Impenhorabilidade do bem de família não se aplica em indenização por crime

  • Folha de São Paulo
    Fernanda Canofre
    19 de Setembro de 2018
    Após 13 anos, júri condena 3 acusados de ataque neonazista no RS

    PORTO ALEGRE: Três homens acusados de associação com a ideologia neonazista foram condenados nesta quarta-feira (19) por tentativa de homicídio triplamente qualificado, em um ataque contra três jovens judeus, ocorrido em 2005, em Porto Alegre. 

Mídia
© Copyright 2019 Aronis Advogados - aronis@aronisadvogados.com.br
Rua Afonso Braz, 579, 12º andar - conj. 125 - 04511-011 - Vila Nova Conceição - São Paulo - SP - Brasil
Acesse nosso perfil no Linkedin
Ftech Soluções em Internet