;
Daniel Annenberg entra com representação criminal na Procuradoria Geral de SP contra vereador por ofensa antissemita

O vereador Daniel Annenberg (PSDB) entrou nesta quarta (29) com uma representação criminal na Procuradoria Geral de Justiça do Estado de São Paulo contra o também vereador Adilson Amadeu (DEM), que no dia 11 de dezembro, no plenário da Câmara, o chamou de “judeu filho da p…”, quando os parlamentares decidiam se colocavam ou não em votação um projeto de lei de Amadeu. Annenberg foi recebido pelo Procurador Geral, Gianpaolo Smanio.

 

Em dezembro, o vereador procurou a Confederação Israelita do Brasil (Conib) e a Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) que acionaram os seus departamentos jurídicos. Em apoio a Annenberg, acompanharam a ida à PGE o presidente da Conib, Fernando Lottenberg, o presidente executivo da Fisesp, Ricardo Berkiensztat, além dos advogados Octávio Aronis, também Diretor de Segurança Institucional da Conib, Daniel Zaclis e Renato Schwartz, diretor jurídico da Fisesp, que assinam o documento e integram o grupo que representa o parlamentar.

“O vereador protocolou a representação criminal, baseado no delito de injúria racial, disposto no artigo 140, § 3º, do Código Penal. A PGE agora vai examinar o pleito, distribuir para um de seus promotores que irá avaliar se entrará com ação, procedimento que esperamos que seja recepcionado”, explicou Octávio Aronis.



Fonte : www.conib.org.br

Tags

  • Adilson Amadeu
  • Daniel Annemberg
  • Plenario da Camara
  • ofensa antissemita
  • injuria racial

Mais Artigos

Entre em contato conosco,
somos especialistas!

ENTRAR EM CONTATO }


Rua Afonso Braz, 579, 12º andar - conj. 125 - 04511-011 - Vila Nova Conceição - São Paulo - SP - Brasil


Acesse o nosso perfil no Linkedin